[MusicReview] Fake Problems “It’s great to be alive”

Fake Problems Ianugurando minha participação nesse blog, que devo advertir, será muito musical e levemente voltada aos filmes, venho com um review que soará mais como um uma apresentação. Fake Problems. A banda existe desde 2001 mas o primeiro cd saiu apenas em 2007. Por que? Fake Problems era um projeto solo do vocalista Chris Farren, que na época estava em outra banda. Daí o nome e a demora: a banda foi criada sem problemas e sem comprometimento real. BIG MISTAKE? Sim! O som deles viaja entre um rock alternativo com uma pitada de “ei, já ouvi isso em algum lugar”. O álbum mais novo da banda é o review de hoje. A banda trabalha bem em todas as músicas, que se diferenciam e têm claros começos, meios e fins. Com instrumentos de sopros incorporados a algumas músicas o som só enriquece e deixa quem procura um rock alternativo com os olhos brilhando e aquela vontade de escutar o dia todo (falo por experiência própria).

Mas não apenas os fãs do rock alternativo podem dar seus saltos de alegria. A banda consegue incorporar em seu vasto valor musical qualquer tipo de pessoa. Desde a rápida “Alligator Assassinator”até a baladinha “Heart BPM” (esta última declaro ser a música com mais plays em meu iTunes ultimamente).

Enfim, “It’s great to be alive” é um álbum imperdível e que vale ouro para quem busca sons novos e não tão mainstream.

Volto mais tarde com qualquer outra coisa.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Música, Review

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: